Gases intestinais

Coloque 5 mg de anis-verde em 250 ml de água fervente Deixe infundir 15 minutos e filtre. Beba uma chávena depois das refeições. Repita o tratamento, se necessário

Deite 5 mg de cardamomo moído em 250 ml de água fervente. Deixe infundir 15 minutos. Beba uma chávena antes das refeições. Repita o tratamento, se necessário.

 

Cabeça (dor de)

Sobre um pano de louça aberto, coloque rodelas de batata salpicadas de sal de mesa; dobre o pano, deite-se e coloque-o sobre a testa.

Para fazer desaparecer quer uma ligeira dor de cabeça, quer uma enxaqueca, deite-se e coloque uma cataplasma de folhas de couve sobre a testa, durante 20 minutos.

Deite 10 mg de manjericão fresco e 10 mg de erva-cidreira em 250 ml de água a ferver. Deixe infundir durante 15 minutos e filtre. Beba uma chávena, aos golinhos. Repita o tratamento, se necessário.

Deite 5 mg de alecrim seco em 250 ml de água a ferver. Deixe infundir durante 15 minutos e filtre. Beba duas ou três chávenas durante dia. Repita o tratamento, se necessário.

Leve à ebulição 16 quartos de maçã com casca num litro de água. Cubra, deixe ferver durante 20 minutos em lume brando e filtre. Beba duas ou três chávenas durante o dia, ou até que a dor desapareça.

Respiração artificial

Eis como deve proceder para fazer a respiração boca-a-boca:

• Ajoelhe-se ao lado da vítima, perto da sua cara;

• Com a mão colocada na testa, obstrua-lhe o nariz, apertando as narinas entre o polegar e o indicador, para impedir qualquer fuga de ar, ao mesmo tempo que lhe mantém a cabeça descaída para trás;

• Com a mão colocada sob o queixo da vítima, abra-lhe ligeiramente a boca, mantendo-lhe o queixo levantado, utilizando para isso a “pinça” constituída pelo polegar colocado sobre o queixo, e dois dos outros dedos colocados imediatamente debaixo da ponta;

• Após ter inspirado, mas não demasiado, coloque a sua boca bem aberta em torno da boca da vítima, apoiando com força para evitar qualquer fuga de ar;

• Expire progressivamente durante dois segundos, até que o peito da vítima comece a subir;

• Endireite-se ligeiramente, retome o fôlego, ao mesmo tempo que vê o peito da vítima descer (a expiração da vítima é passiva). O volume de cada insuflação de ar deve ser suficiente para que o salvador veja o peito da vítima subir ou descer depois da insuflação.

Herpes labial

Logo que apareçam as primeiras picadas anunciando uma herpes labial, aplique sal e substitua-o mal ele caia. Faça isso durante todo o dia.

Para aliviar uma herpes labial, atue mal sinta as primeiras picadas nos lábios. Aplique, desde logo, glicerina várias vezes ao dia.

Para atenuar o prurido provocado pelo aparecimento de uma herpes labial, aplique compressas de vinagre de cidra sobre a pele logo que apareçam os primeiros sintomas.

Para fazer desaparecer uma herpes labial, ponha um pouco de perfume diretamente sobre o herpes.

Estômago (acidez e ardor de)

Para eliminar a acidez e o ardor do estômago, ferva 15 mg de tomilho seco em um litro de água durante 20 minutos. Beba uma chávena depois de cada refeição. Repita o
tratamento até o problema ter desaparecido.

Ainda contra o ardor do estômago, coza meia couve em um litro de água durante uma hora, deixe repousar uma hora e filtre. Beba este caldo depois das refeições ou sempre que necessário.

Beba 250 ml de tisana de raiz de gengibre, aos golinhos, depois das refeições.

Deite cinco mg de rainha-dos-prados, cinco mg de hortelã e cinco mg de camomila em 250 ml de água fervente. Deixe infundir durante 15 minutos e filtre. Beba depois de cada refeição.

Beba lentamente, depois das refeições, 125 ml de água a que adicionou cinco ml de vinagre de maçã.

Logo que sinta dores de estômago, beba 250 ml de leite morno.

Para aliviar quase instantaneamente os seus ardores de estômago, beba o sumo de uma batata crua.

Mais Termos Relacionados:, , Estomago, boca do estomago, dor na boca do estomago, imagens dor no estomago.

Parto

Quando uma mulher se prepara para dar à luz inesperadamente, eis o que deve fazer após ter chamado os socorros médicos:

• Reúna tudo o que venha a ser eventualmente necessário: toalhas limpas, uma manta para cobrir o recém-nascido, pensos higiénicos (para cobrir a vagina depois do parto), tiras de tecido (para atar o cordão umbilical) e uma tesoura, que esterilizará com álcool de fricção;

• Lave bem as mãos;

• Faça a mãe estender-se de costas, em cima de uma toalha limpa, com os joelhos fletidos e afastados, e a cabeça apoiada numa almofada ou num travesseiro. Coloque outra toalha entre as suas pernas para receber o bebé, encoraje a mãe a manter a calma e o sangue-frio, e mantenha igualmente o seu;

• Recomende à mãe que não faça esforço para expulsar o bebé;

• Quando a cabeça do bebé surgir, diga então à mãe para fazer força para o bebé sair. Sustenha a cabeça do bebé, sem puxar e sem se apoiar na barriga da mãe. Deixe a cabeça sair lentamente;

• Continue a encorajar a mãe a fazer esforços para expulsar o bebé;

• À medida que o bebé vai saindo, sustenha o resto do corpo, sem se precipitar;

• Se forem as nádegas do bebé a sair primeiro (um tipo de parto muito raro, menos de 5% dos nascimentos), não faça nada, encoraje a mãe a empurrar, mas não procure puxar o bebé;

• Se o cordão umbilical estiver enrolado em torno do pescoço do bebé, faça-o deslizar delicadamente por cima da cabeça, para evitar a compressão dos vasos do cordão;

• Uma vez nascido o bebé, retire, com um pano limpo, as mucosidades que estiverem na boca. Se o bebé não respirar ou não chorar, levante-o pelos pés com a mão esquerda, enquanto com a outra sustém a nuca, o pescoço e os ombros; tenha cuidado para ele não lhe escorregar das mãos, pois tem o corpo viscoso. Mantenha a cabeça do bebé mais baixa que o corpo para fazer sair as mucosidades. Se ele continuar a não respirar ou a não chorar, proceda então à respiração artificial. Não puxe o cordão;

• Quando tudo estiver feito, limpe bem o recém-nascido, envolva-o rapidamente num cobertor quente e deite-o sobre a barriga da mãe;

• Passados cinco ou dez minutos, tendo previamente esterilizado bem a tesoura, e com as tiras de tecido na mão, dê dois nós bem apertados, o primeiro a 15 cm do bebé e o outro 10 cm mais distante. Corte então o cordão entre esses dois nós;

• 15 ou 20 minutos após o parto, a placenta será expulsa. O ideal seria recolhê-la num pano limpo e conservá-la num saco de plástico para entregar ao médico;

• Conduza a mãe e o bebé o mais rapidamente possível ao hospital.

Pé de atleta

Unte os pés com um preparado feito com 15 ml de azeite e algumas gotas de óleo essencial de alfazema ou de camomila. Deixe atuar durante 20 minutos, passe os pés por água morna e seque-os bem. Repita o tratamento, se necessário.

Mergulhe os pés durante 20 minutos numa mistura feita de 500 ml de vinagre de cidra e 125 ml de água tépida. Repita o tratamento durante o tempo que for necessário.

Confecione uma pasta com 80 mg de bicarbonato de sódio e 30 ml de água. Depois de ter limpo bem os pés, aplique a pasta, deixe atuar uma dezena de minutos, enxagúe, seque os pés completamente, depois polvilhe-os com um pouco de fécula de milho.

Massaje suavemente os pés, ou somente as zonas afetadas, com algumas gotas de óleo essencial de camomila ou de alfazema. Repita o tratamento, se necessário.

As comichões serão rapidamente aliviadas, aplicando uma cataplasma de pó de alho e mel nos pés. Repita o tratamento, se necessário.

Inapetência (falta de apetite)

Deite 10 mg de verónica oficinal em 250 ml de água, deixe infundir durante 10 minutos e filtre. Beba uma chávena antes das refeições. Repita o tratamento durante o tempo que for necessário.

Gengivas

Para alívio de uma dor nas gengivas, eis alguns truques:

• Friccione-a com a parte branca (situada entre a casca e a polpa) de uma laranja, até que a dor, ou a inflamação, desapareça.

• Coloque 10 mg de salva seca em 250 ml de água fervente. Deixe em infusão 10 minutos e filtre. Lave a boca três ou quatro vezes por dia. Repita até que a dor, ou a inflamação, desapareça.

• Extraia algumas gotas de resina de pinheiro e esfregue a gengiva até que a dor desapareça.

Abcesso dentário

Para este tipo de abcessos, é imperativo dirigir-se imediatamente ao dentista. Dito isto, para aliviar a dor enquanto espera a consulta, pode amolecer um figo seco em leite a ferver e aplicá-lo sobre o abcesso. É um velho remédio com provas dadas.