Posts

Respiração artificial

Eis como deve proceder para fazer a respiração boca-a-boca:

• Ajoelhe-se ao lado da vítima, perto da sua cara;

• Com a mão colocada na testa, obstrua-lhe o nariz, apertando as narinas entre o polegar e o indicador, para impedir qualquer fuga de ar, ao mesmo tempo que lhe mantém a cabeça descaída para trás;

• Com a mão colocada sob o queixo da vítima, abra-lhe ligeiramente a boca, mantendo-lhe o queixo levantado, utilizando para isso a “pinça” constituída pelo polegar colocado sobre o queixo, e dois dos outros dedos colocados imediatamente debaixo da ponta;

• Após ter inspirado, mas não demasiado, coloque a sua boca bem aberta em torno da boca da vítima, apoiando com força para evitar qualquer fuga de ar;

• Expire progressivamente durante dois segundos, até que o peito da vítima comece a subir;

• Endireite-se ligeiramente, retome o fôlego, ao mesmo tempo que vê o peito da vítima descer (a expiração da vítima é passiva). O volume de cada insuflação de ar deve ser suficiente para que o salvador veja o peito da vítima subir ou descer depois da insuflação.

Farpas

Os corpos estranhos mais frequentes são pequenos pedaços de madeira, vidro ou metal. As farpas estão, normalmente, contaminadas e podem causar infeção. Se uma farpa estiver acessível, remova-a com uma pinça, como é mostrado abaixo. Se o extremo da farpa não estiver visível, deverá ser um médico ou um enfermeiro a removê-la, porque é fácil cravá-la ainda mais, o que dificultará a remoção.

SINAIS E SINTOMAS

  • A vítima pode ter dor no local de entrada da farpa.
  • A causa da lesão pode estar por perto.
  • A farpa é visível na pele.

Objetivo

  • Remover a farpa da pele.
  • Impedir a infeção.

Necessitará:

  • Luvas descartáveis.
  • Fósforos ou isqueiro.
  • Pinça.
  • Água fria.

IMPORTANTE

  • Nunca escave a pele para aceder a um corpo estranho.
  • Lembre-se da atualização da vacina anti-tetânica.

NÃO toque na ferida com os seus dedos. Se possível, use luvas.

1.LIMPE A FERIDA
Lave a área em redor da farpa com água fria. Antes de tratar da ferida tenha o cuidado de lavar as suas mãos com água e sabão.

2.ESTERILIZE A PINÇA
Esterilize a pinça passando-a pela chama de um fósforo ou de um isqueiro. Espere que a pinça arrefeça.

NÃO sopre, nem toque na extremidade da pinça.

3.PUXE A FARPA COM A PINÇA
Aproxime a pinça o mais possível e prense a extremidade da farpa. Puxe-a em linha reta e no mesmo ângulo em que se encontra encravada.

Se a farpa partir, não tente remover o pedaço que sobra. Verifique se a vítima necessita fazer a atualização da vacina anti-tetânica.

ACONSELHE A VÍTIMA A CONSULTAR UM MÉDICO.