Posts

Sistema circulatório

O sistema circulatório é composto pelo coração e pelos vasos sanguíneos – artérias, veias e capilares – que continuamente conduzem o sangue a todo o corpo. Este fluxo contínuo de sangue permite o aporte de oxigénio e nutrientes aos tecidos, ao mesmo tempo que deles remove os produtos do metabolismo, como o dióxido de carbono, de modo a poderem ser eliminados pelos órgãos competentes.

COMO CIRCULA O SANGUE

O coração bombeia sangue para a maior artéria do corpo, a aorta. Esta divide-se em artérias cada vez menores, as quais se vão distribuindo por todo o corpo. Cada arteríola acaba por se subdividir cm pequeníssimos tubos, os capilares, que se juntam novamente para formar vénulas e depois veias, as quais acabam por trazer o sangue de volta ao coração. ~
pequenaegrandecircula

COMO CIRCULAM OS GASES

O sangue vermelho vivo que contém oxigénio e nutrientes é transportado pelas artérias. Os elementos transportados são depois absorvidos através das paredes dos capilares, para serem usados pelas células de todo o corpo. Em troca, o sangue fixa o dióxido de carbono e torna-se vermelho escuro. É então conduzido de volta ao coração que o bombeia para os pulmões, onde o dióxido de carbono é eliminado e o oxigénio é captado. Depois de reoxigenado, o sangue volta ao coração e o ciclo repete-se.

O PULSO

A cada batimento cardíaco gera-se uma onda de pressão que é transmitida ao longo das artérias. O pulso pode ser sentido em qualquer artéria que fique perto da superfície da pele, por exemplo, o pulso radial junto à mão. Numa emergência verifique o pulso carotídeo no pescoço.

COMO VERIFICAR O PULSO NO PESCOÇO

Pressione o espaço que fica entre músculo do pescoço e a maçã-de-adão com os segundo e terceiro dedos; conte o número de batimentos por minuto e note se o pulso é amplo e regular. Um adulto tem cerca de 60 a 80 batimentos por minuto; uma criança tem perto de 100 batimentos por minuto.
ABAAAAsygAK-1

Feridas e Hemorragias

Uma ferida é uma lesão com interrupção da continuidade da pele, a qual permite a saída de sangue e a entrada de microrganismos. Uma hemorragia grande é uma situação grave e deve ser controlada imediatamente. Se a vítima perder uma grande quantidade de sangue, poderá entrar em choque e eventualmente morrer.

TIPOS DE HEMORRAGIAS
Uma hemorragia surge quando um vaso sanguíneo é danificado; pode ser externa, isto é, visível, ou interna. A hemorragia externa é classificada quanto ao tipo de vaso afetado.

Existem três tipos de hemorragia:

  • Hemorragia arterial

As artérias transportam sangue oxigenado do coração para todo o corpo. O sangue de uma artéria é vermelho vivo e sai em jato a cada batimento cardíaco.

  • Hemorragia venosa

As veias transportam sangue desoxigenado de todo o corpo para o coração. O sangue de uma veia é vermelho escuro e corre de forma contínua.

  • Hemorragia capilar

Os capilares são pequenos vasos que ligam as artérias às veias. Se os capilares forem lesados, o sangue correrá em toalha. Este é o tipo de hemorragia mais frequente.

ANTES DE TRATAR UMA HEMORRAGIA

  • Verifique a segurança em seu redor
  • Verifique se existem perigos. Se estiver em perigo, não se aproxime da vítima.
  • Siga O ABC da ressuscitação
  • Se a vítima parecer consciente, verifique as respostas; se estiver inconsciente, abra as vias aéreas e verifique a ventilação; se ventila, coloque-a em PLS. Verifique a circulação e mantenha as vias aéreas da vítima abertas. Se necessário, execute as manobras de ressuscitação.

COMO TRATAR UMA HEMORRAGIA
1.EXAMINE A FERIDA
Examine a ferida e verifique se existem corpos estranhos.

2.APLIQUE COMPRESSÃO MANUAL DIRETA SOBRE A FERIDA
Aplique pressão sobre a ferida, preferencialmente com uma compressa limpa, para ajudar o sangue a coagular. Se houver um corpo estranho, aplique pressão em cada um dos lados da ferida.

3.ELEVE E APOIE O MEMBRO
Se a vítima estiver a sangrar de um membro, eleve-o e apoie-o acima do nível do coração.

4.COLOQUE UM PENSO ESTERILIZADO SOBRE A FERIDA
Fixe um penso, ou outro material limpo e sem penugem, sobre a ferida. Se o sangue repassar o penso, coloque pensos suplementares sem retirar o primeiro.

5.VERIFIQUE SE EXISTEM SINAIS DE CHOQUE
Verifique se existem sinais de choque e, se necessário, trate-o adequadamente.
LEVE OU ENVIE A VÍTIMA AO HOSPITAL