A pele é composta por várias camadas e tem muitas funções, uma das quais é proteger o corpo da invasão microbiana. As queimaduras e as escaldaduras podem quebrar esta barreira protetora permitindo a entrada de micróbios, os quais poderão causar uma infeção. As queimaduras graves podem originar perdas significativas de fluidos e conduzir ao estado de choque.

Tipos de queimaduras

A gravidade de uma queimadura depende do tipo de queimadura e da extensão da área queimada. Existem três tipos de queimadura: 1.° grau, 2.º grau e 3.° grau. Uma vítima com uma queimadura profunda pode perder a sensibilidade na zona afetada, porque os tecidos e os nervos são destruídos.

  • Queimadura de 1.° grau

Afeta apenas a camada superficial da pele e causa rubor e edema. Não é grave a não ser que seja extensa. Com os cuidados adequados resolve em poucos dias.

  • Queimadura de 2.° grau

E uma queimadura mais profunda e afeta várias camadas da pele. Dá origem a flitenas (bolhas) e necessita de observação médica. E um tipo de queimadura que resolve bem, mas, se for extensa, pode ser grave e mesmo fatal.

  • Queimadura de 3.° grau

Este tipo de queimadura afeta todas as camadas da pele e pode destruir os nervos e os tecidos subjacentes. A pele pode apresentar-se pálida ou carbonizada. Este tipo de queimaduras requerem atenção médica urgente.

Tratamento de queimaduras graves

Quando se trata uma queimadura profunda e extensa, o objetivo é reduzir o efeito do calor sobre a pele e, tão cedo quanto possível, impedir a colonização da área queimada por micróbios. Se a superfície corporal queimada for muito extensa, deite a vítima, protegendo a área queimada do contacto direto com o chão. Trate o estado de choque. Se a vítima esteve envolta em fogo, as vias aéreas podem estar também queimadas, nesse caso, verifique se a vítima ventila regularmente. Uma queimadura grave requer tratamento hospitalar urgente para minimizar lesões subsequentes.

Objetivo

  • Aliviar a queimadura e a dor.
  • Verificar a ventilação da vítima.
  • Reduzir o risco de infeção.
  • Conduzir a vítima ao hospital.

Necessitará

  • Luvas descartáveis.
  • Compressas esterilizadas.
  • Água fria e corrente.

1.VERIFIQUE SE EXISTEM PERIGOS
Antes de se aproximar e de tratar a vítima verifique se existem perigos imediatos para si ou para ela.

2.ARREFEÇA A QUEIMADURA COM ÁGUA CORRENTE
Sente ou deite a vítima. Deixe correr água sobre a queimadura durante pelo menos dez minutos; não permita que esta ação atrase o envio ao hospital.

NÃO arrefeça demasiado a queimadura grave, porque isso poderá causar hipotermia.
CHAME UMA AMBULÂNCIA

3.VERIFIQUE A VENTILAÇÃO DA VÍTIMA
Enquanto arrefece a vítima e espera pela ambulância, verifique regularmente a ventilação. Se necessário, execute a RCP.

Se possível, remova roupas apertadas, ou jóias, do membro afetado enquanto este está na água, mas não remova nada que esteja aderente à pele.

4.CUBRA A LESÃO
Quando a dor diminuir, cubra a área queimada com compressas esterilizadas.
Se não existirem compressas disponíveis, cubra a queimadura com um saco de plástico limpo.

5.SE NECESSÁRIO, TRATE O ESTADO DE CHOQUE
Sente ou deite a vítima e, se necessário, trate o estado de choque. Tranquilize constantemente a vítima.

6.VIGIE O ESTADO DA VÍTIMA
Vigie a ventilação, o pulso e as respostas até à chegada de ajuda. Se necessário, execute a RCP.

Queimaduras solares

A exposição prolongada aos raios solares, sem proteção adequada, pode originar queimaduras superficiais extensas e, em casos graves, o aparecimento de flitenas. A pele da vítima ficará vermelha e muito quente.

Objetivo

  • Retirar a vítima do sol.
  • Aliviar o desconforto e a dor.

Necessitará:

  • Uma esponja e água fria.
  • Água para beber.
  • Loção de calamina ou loção hidrante.

1.CUBRA A PELE DA VÍTIMA COM ROUPAS LEVES
Cubra a pele da vítima com roupas leves e coloque-a à sombra.

2.REFRESQUE A PELE DA VÍTIMA
Arrefeça a área queimada com uma esponja e água fria. Aconselhe a vítima a beber água em abundância.

Se a queimadura solar for moderada, aplique calamina ou uma loção hidratante sobre a pele.

Se a pele tiver bolhas ou se a área for muito extensa, LEVE OU ENVIE A VÍTIMA AO HOSPITAL.

IMPORTANTE
Prevenir é melhor do que curar. Use protetor solar e não se exponha ao sol por muito tempo; exponha-se por períodos curtos, use um chapéu e exponha pequenas áreas do corpo de cada vez.

Queimaduras com agente químicos

Muitas substâncias usadas em casa, oficinas ou na indústria, podem lesar seriamente a pele ou os olhos; deve atuar rapidamente para remover a substância da pele ou dos olhos da vítima. Proteja-se e assegure-se de que a água contaminada, usada na limpeza da vítima, não constitui perigo para ninguém.

SINAIS E SINTOMAS

  • Produtos químicos perto da vítima.
  • Picadas dolorosas.
  • Descoloração da pele, edema e flitenas.

Queimaduras químicas no olho:

  • Incapacidade para abrir o olho.
  • Lacrimejo e edema do olho.

QUEIMADURAS NA PELE

Objetivo

  • Remover o químico.

Necessitará:

  • Luvas descartáveis.
  • Compressas esterilizadas.
  • Água fria corrente.

1.LAVE A ÁREA AFETADA COM ÁGUA CORRENTE FRIA
Lave a área afetada com água corrente fria durante pelo menos 20 minutos para diluir o químico.

2.REMOVA ROUPAS CONTAMINADAS
Retire quaisquer roupas contaminadas enquanto lava a área. Após a lavagem cubra a queimadura com compressas esterilizadas e, se necessário, trate o estado de choque.
LEVE OU ENVIE A VÍTIMA AO HOSPITAL

QUEIMADURAS NO OLHO

Objetivo

  • Remover o químico.

Necessitará:

  • Luvas descartáveis.
  • Compressas esterilizadas.
  • Água fria corrente.

1.DEIXE CORRER ÁGUA PARA O OLHO AFETADO
Mantenha o lado afetado debaixo de água corrente durante 20 minutos. Posicione a cabeça de modo a que a água contaminada não escorra face abaixo.
LEVE OU ENVIE A VÍTIMA AO HOSPITAL

2.CUBRA O OLHO AFETADO COM COMPRESSAS ESTERILIZADAS
Quando a dor cessar, peça à vítima para segurar uma compressa sobre o olho.

Se a vítima mantiver as dores, continue a lavar o olho em água corrente.

Queimaduras por fricção

Estas queimaduras ocorrem quando a pele é friccionada contra uma superfície. Surgem bolhas (flitenas) quando o fluido dos tecidos escapa da área lesada e se coleta debaixo da camada superficial da pele.

Objetivo

  • Aliviar a dor.
  • Minimizar o risco de infeção.

Necessitará

  • Sabão e água fria e limpa
  • Compressa limpa
  • Pensos adesivos

1.LIMPE A ÁREA AFETADA
Lave cuidadosamente a área afetada com água e sabão. Passe por água corrente.

2.SEQUE A ÁREA AFETADA
Seque bem a área afetada com uma compressa limpa e sem esfregar.

3.APLIQUE UM PENSO
Cubra a bolha com Um penso adesivo. Assegure-se de que a compressa do penso é maior do que a bolha.

Se a bolha for muito grande, use uma compressa esterilizada e fixe-a com adesivo ou com uma ligadura.

IMPORTANTE
Não rebente deliberadamente uma bolha.

Mais Termos Relacionados:, , pomafa para queimadurs de fricção, queimadura por atrito, oq colocar em queijsdura por friccao, queimadura atrito aliviar dor, queimadura ficçao, Queimaduras fricção.

Queimaduras da face e da cabeça

As queimaduras da boca e da garganta são perigosas porque podem causar inflamação e inchaço rápido, obstruindo assim as vias aéreas. Se a queimadura é na boca ou na garganta, podem existir evidencias externas, como fuligem, em redor da boca. Não existem primeiros socorros para casos extremos; são necessários cuidados médicos imediatos, porque o edema (inchaço) bloqueará as vias aéreas a curto prazo. Dependendo da gravidade, as queimaduras da face e da cabeça também podem afetar as vias aéreas da vítima.

QUEIMADURA DAS VIAS AÉREAS

SINAIS E SINTOMAS

  • Se grave, a vítima terá sinais de choque.
  • A boca, a garganta e a cabeça da vítima podem estar muito dolorosas.
  • Dificuldade respiratória.
  • Pele lesada em redor da boca.

Objetivo

  • Enviar a vítima ao hospital imediatamente.
  • Manter as vias aéreas abertas.

1.OBTER ASSISTÊNCIA MÉDICA URGENTE
CHAME UMA AMBULÂNCIA
Diga a quem atender o telefone que suspeita de uma queimadura das vias aéreas, para que o tratamento adequado possa ser obtido com rapidez.

2.AFROUXE AS ROUPAS APERTADAS
Tome todas as medidas para melhorar a ventilação da vítima; por exemplo, afrouxe roupas apertadas no pescoço. Se estiver treinado a fazê-lo, administre oxigénio à vítima.

Se a vítima está inconsciente, abra as vias aéreas, verifique a ventilação e coloque-a em PLS. Se necessário, execute a RCP.

QUEIMADURAS DA CABEÇA

Uma das preocupações nas queimaduras da cabeça é o inchaço perto das vias aéreas. Mantenha a área queimada húmida e fria; se possível, use um jarro, ou algo similar, para derramar cuidadosamente água sobre a cabeça. Se a queimadura é próxima da garganta, do nariz ou da boca, chame uma ambulância imediatamente e, se necessário, execute a RCP. Não coloque pensos apertados sobre a queimadura; se achar melhor, não aplique os pensos até à chegada de ajuda.

Queimaduras por corrente elétrica

Podem ocorrer queimaduras quando o corpo é atravessado por corrente elétrica. Neste caso podem ser visíveis uma porta de entrada e uma por saída. Uma queimadura por corrente elétrica pode causar lesões internas e levar à inconsciência. Se a vítima perder a consciência, abra as vias aéreas, verifique a ventilação e, se necessário, execute a RCP. A corrente elétrica doméstica é de baixa-voltagem e, em caso de queimadura, é seguro desligar a corrente; não se aproxime de uma pessoa que sofreu queimaduras por correntes de alta-voltagem.

SINAIS E SINTOMAS

  • A vítima pode estar inconsciente.
  • Pele chamuscada e inchada.
  • Pode haver choque.
  • Uma queimadura de alta-voltagem pode originar um resíduo acastanhado na pele.

Objetivo

  • Tratar queimaduras visíveis e o estado de choque.
  • Enviar a vítima ao hospital.

Necessitará

  • Água fria corrente.
  • Compressas esterilizadas.

1.QUEBRE O CONTATO COM A FONTE ELÉTRICA
Quando possível, desligue a fonte de corrente ou quebre o contacto com esta.

2.DERRAME ÁGUA FRIA SOBRE A ÁREA AFETADA PARA ARREFECER
Derrame água fria sobre a área afetada para a arrefecer e remova a roupa que está em redor da queimadura.

3.PROTEJA A ÁREA AFETADA DA INFEÇÃO
Proteja a área afetada da infeção, colocando uma compressa esterilizada por cima. Alternativamente, se não tiver compressas, coloque um material sem pêlos ou, no caso de um pé ou de uma mão, um saco plástico limpo sobre a área afetada. CHAME UMA AMBULÂNCIA.

4.TRANQUILIZE A VÍTIMA
Tranquilize a vítima e, se necessário, trate o estado de choque.

Se a vítima sofreu uma queimadura por corrente de alta-voltagem, não se aproxime dela até que o corte de corrente tenha sido oficialmente anunciado. Certifique-se que tem permissão para se aproximar da vítima. A distância de segurança, para si e para os espectadores, é de 18 metros.

Queimaduras e escaldaduras

A pele é composta por várias camadas e tem muitas funções, uma das quais é proteger o corpo da invasão microbiana. As queimaduras e as escaldaduras podem quebrar esta barreira protetora permitindo a entrada de micróbios, os quais poderão causar uma infeção. As queimaduras graves podem originar perdas significativas de fluidos e conduzir ao estado de choque.

CAUSAS DE QUEIMADURAS

As queimaduras são causadas por extremos de calor seco, como o fogo ou metal quente, ou por extremos de frio (queimaduras pelo frio). As escaldaduras causam lesões idênticas e resultam de extremos de calor húmido, como água a ferver ou o vapor. Consideram-se ainda as queimaduras por agentes químicos, como os ácidos e as bases fortes; as queimaduras por fricção; as queimaduras por radiação, causadas por exposição à luz solar, ou a outros tipos de radiação, e as queimaduras originadas pelo contacto direto com a eletricidade.

COMO AS QUEIMADURAS NOS AFETAM
Um dos riscos de uma queimadura é a possibilidade de infeção. As queimaduras também causam perda de fluidos, o que origina diminuição do volume de sangue circulante à custa do plasma. Se a área queimada for extensa, mesmo que a queimadura seja superficial, a vítima pode entrar em choque.

Quando é que surge o choque?

Se a «área queimada for superior a 10% da área corporal total (área equivalente à superfície do tórax), existe a possibilidade da vítima entrar em choque. Se a queimadura for superior a 33% da área corporal total, a vida da vítima está em perigo e é necessário tratamento hospitalar urgente.

  • NÃO coloque sobre a queimadura gorduras, pomadas ou loções, porque podem agravar as lesões.
  • NÃO coloque materiais com pêlos, tipo algodão, sobre a queimadura.
  • NÃO rebente deliberadamente as flitenas.
  • NÃO use adesivos para cobrir a queimadura.

ANTES DE TRATAR UMA QUEIMADURA

  • Verifique a segurança em seu redor.
  • Verifique se existem perigos. Se estiver em perigo, não se aproxime da vítima.

Siga o ABC

Se a vítima parecer consciente, verifique as respostas; se estiver inconsciente, abra as vias aéreas e verifique a ventilação; se ventila, coloque-a em PLS. Verifique a circulação e mantenha as vias aéreas da vítima abertas. Se necessário, execute as manobras de ressuscitação.

COMO TRATAR UMA QUEIMADURA

  • Arrefeça a área queimada
  • Pare a queimadura, tão cedo quanto possível, arrefecendo a área afetada com água fria e corrente. Isto impedirá a continuação da destruição dos tecidos, reduzirá o edema, minimizará o choque e aliviará a dor.
  • Procure e trate outras lesões.
  • Com cuidado, cubra a área com compressas esterilizadas para impedir a infeção.
  • Trate quaisquer outras lesões.
  • Trate o estado de choque
  • Procure sinais de choque e, se necessário, trate-o adequadamente.
  • Obtenha auxilio medico
  • Verifique a gravidade da queimadura da vítima; a não ser que a queimadura seja muito pequena, a vítima deverá ser vista por um médico.

Roupa em chamas

Se existirem roupas a arder, lembre-se deste procedimento: Parar, Derrubar, se possível, Envolver e Rolar. Use material pesado, como um cobertor, para envolver a vítima; não use nada que seja facilmente inflamável.

  • PARAR

Pare os movimentos da vítima, porque a circulação do ar aumentará as chamas. Diga-lhe para ficar quieta.

  • DERRUBAR

Derrube a vítima no chão para impedir que as chamas queimem o pescoço, a face e as vias aéreas.

  • ENVOLVER

Se possível, envolva a vítima num casaco ou num cobertor para abafar as chamas.

  • ROLAR

Role a vítima no chão para apagar o fogo. Assegure-se que as vias aéreas da vítima estão abertas, trate as queimaduras e o estado de choque.