Deverá ter um estojo de primeiros socorros, facilmente identificável guardado em casa num local seguro, mas acessível; deve, igualmente manter um no carro. Os elementos mostrados abaixo devem formar a base do seu estojo, mas, se desejar, pode acrescentar mais alguns que ache úteis. Verifique o estojo regularmente e substitua os artigos usados ou fora de validade.

Lenços triangulares

São usados para apoiar membros, para fazer suspensões e, ocasionalmente, para sustentar um penso sobre uma ferida, como uma queimadura, onde não é preciso aplicar pressão. Normalmente são feitos em algodão cru com um metro quadrado e cortado ao meio sobre a diagonal, mas podem ser de outro material similar.

LIGADURAS PARA O PÉ E PARA AS MÃOS

Use este tipo de ligadura para manter um penso no lugar e não para controlar uma hemorragia.

1.Coloque a mão da vítima sobre o lenço. Traga o vértice para cima da mão e até ao antebraço.
2.Passe os dois topos do lenço triangular sobre o pulso, cruzando a mão em direções opostas.
3.Dê o nó acima da ponta do lenço. Com cuidado vá apertando para baixo de modo a fixar, a ligadura sobre o penso.
4.Dobre a ponta do lenço sobre o nó direito e enrole-a debaixo deste ou prenda-a com um alfinete de dama.

Suspensões

As suspensões apoiam braços lesados ou imobilizam braços quando existem lesões do tórax. As suspensões altas elevam braços para controlar hemorragias e inchaços ou são usadas quando existem fraturas da clavícula ou das costelas. Use as suspensões só quando a vítima consegue sentar-se ou andar.

Necessitará:

  • Lenço triangular
  • Alfinete de dama

IMPORTANTE
Mantenha sempre o braço lesado bem apoiado até que a suspensão esteja estável e o possa suportar.

SUSPENSÃO PARA O BRAÇO

1.Sente a vítima e peça-lhe para apoiar o braço lesado. Introduza o vértice do lenço no espaço que fica entre o tronco e o cotovelo. Puxe o topo superior até atingir a clavícula do lado lesado.
2.Traga o topo inferior do lenço para cima do braço, de modo a que todo o membro fique apoiado na suspensão.
3.Faça um nó direito de modo a ficar assente sobre o escavado que se situa acima da clavícula, no lado lesado. Encaixe as pontas debaixo do nó.
4.Dobre o excesso de lenço atrás do cotovelo e fixe-o com um alfinete de dama ou com um nó na ponta.

ELEVAÇÕES ALTAS

1.Apoie o braço lesado. Coloque-o cruzado sobre o tórax de modo a que os dedos toquem o ombro contrário.
2.Coloque um lenço triangular sobre o braço da vítima, com o vértice sobre o cotovelo e um dos topos sobre o ombro contrário.
3.Dobre a base do lenço para baixo do antebraço e do cotovelo da vítima. Leve o topo inferior por trás das costas até ao ombro contrário.
4.Aperte os topos do lenço com um nó direito, posicionando-o sobre o escavado que fica acima da clavícula.
5.Faça uma prega com o vértice; torça-a ou use um alfinete de dama. Verifique a circulação no primeiro dedo.

Pensos

Existem vários tipos de pensos. Independentemente do tipo de penso que escolhe, assegure-se que é suficientemente extenso para cobrir toda a ferida. Se o sangue repassar o penso, não o remova; coloque outro por cima desse.

COMPRESSAS ESTERILIZADAS

Estas compressas são esterilizadas e embaladas, em pequenos grupos, num recipiente protetor. Podem vir com ou sem ligadura associada; se vierem sem ligadura, fixe-as com uma ligadura normal.

COMPRESSA_BEC_TAYLOR_ZOBEC

APLICAR UM PENSO

1.Lave bem as mãos. Desenrole o extremo curto da ligadura até que a totalidade da compressa esteja visível.

2.Estenda a compressa próximo da ferida segurando pela ligadura. Coloque a compressa sobre a ferida.

NÃO deixe a compressa deslizar sobre a ferida. Coloque-a por cima, com cuidado.

3.Coloque a compressa esterilizada sobre a lesão e use a extremidade longa da ligadura para a fixar. A ligadura deve cobrir toda a área da compressa.

4.Use um nó direito para unir os dois topos da ligadura sobre as compressas. Verifique a circulação na mão e, se necessário, afrouxe a ligadura.

PENSOS ADESIVOS

66073_3_pensos-adesivos-vidro-escala-larga-perna-esquerda-30-x-10-cm-s-500ml-xadrez-25102013111202

Existem numa grande variedade de tamanhos e são usados para cobrir pequenos golpes e escoriações. Pergunte à vítima se ela é alérgica ao adesivo, antes de o aplicar. Se for, use um penso com compressas esterilizadas.
Lave bem as mãos e abra com cuidado o invólucro esterilizado. Tenha cuidado para não tocar no centro do penso e retire os protetores de plástico até que a zona média esteja exposta. Coloque o penso sobre a ferida e retire completamente os protetores de plástico, fixando-o no local.
NÃO deixe o penso sobre a ferida mais do que 24 horas.

 

PENSOS DE EMERGÊNCIA

Se não tiver pensos disponíveis, use qualquer pedaço de tecido limpo e sem penugem, como um lenço de mão ou uma fronha de almofada. Lave as suas mãos, segure o material pelos vértices e deixe-o cair aberto sobre a ferida. Dobre os bordos para adaptar ao tamanho pretendido, mas, sem o fazer deslizar sobre a ferida. Manipule o material apenas pelos bordos, coloque-o sobre a ferida e fixe-o com uma ligadura, um adesivo ou um lenço. Alternativamente, se não dispõe de nenhum destes elementos, cubra a ferida com um saco plástico.

COMPRESSAS FRIAS

57307350_XS

São colocadas sobre nódoas negras ou entorses de modo a reduzir o inchaço, o que ajuda a reduzir a dor. Deixe a compressa fria sobre a lesão cerca de 30 minutos. As compressas podem ficar simplesmente sobre a lesão ou podem ser fixadas com uma ligadura compressiva. Assegure-se que a ligadura não está excessivamente apertada de modo a interferir com a circulação.

FAZER UM COMPRESSA FRIA

1.Molhe um pano, uma toalha ou um material similar em água fria. Torça-o ate que pare de pingar.
2.Dobre o pano até ao tamanho pretendido, coloque-o sobre a lesão e, se possível, substitua-o a cada dez minutos ou arrefeça-o derramando água fria por cima.

FAZER UM SACO DE GELO

s_MLB_v_O_f_3695500736_012013

Pode fazer uma compressa fria extremamente eficaz enchendo metade de um saco plástico com gelo. Retire o ar e feche-o. Um saco de ervilhas congeladas ou de outro vegetal fará o mesmo efeito. Embrulhe o saco numa toalha e coloque-o sobre a lesão da vítima.

Mais Termos Relacionados:, , tipos de penso, tipos de pensos enfermagem, tipos de pensos, quais sao os tipos de penso, quantos tipos de penco existem, tipo de pensos.

Ligaduras

Servem para sustentar lesões musculares ou articulares, fixar pensos ou aplicar pressão para controlar uma hemorragia. Feitas de gaze, algodão ou pano elástico moldam-se ao corpo e mantêm a pressão de forma equilibrada. Após a aplicação verifique a circulação: pressione a pele até ficar pálida; se a cor não retornar, afrouxe a ligadura.

Aplicar ligaduras

Verifique se a ligadura está bem enrolada.
Assegure-se que o rolo fica para cima.
Apoie a região que quer ligar na posição desejada.
Comece abaixo da lesão e enrole de baixo para cima e de dentro para fora.
Aplique a ligadura de articulação em articulação.

LIGADURAS ESPIRAIS

01030018

1.Coloque a extremidade sobre o membro e faça uma primeira volta firme para segurar a ligadura.
2.Segurando o membro lesado, enrole a ligadura em espiral de modo a que cada nova volta cubra dois terços da volta precedente.
3.Termine com uma volta completa no mesmo local. Fixe o topo da ligadura com adesivo, com um alfinete de ama, com um clipe ou entalando-o entre a pele e a porção enrolada.

LIGADURAS PARA O TORNOZELO

3010029

1.Enrole a ligadura em redor do tornozelo fazendo diagonais cruzadas sobre o pé. Faça-a passar para fora sobre o dorso do pé e depois para dentro e por baixo até à base do primeiro dedo.
2.Passe a ligadura sobre o pé e novamente até ao tornozelo, fazendo outra volta completa em seu redor.
3.Continue este ciclo até que o pé e o tornozelo fiquem cobertos. Faça uma volta final em redor do tornozelo e fixe a ligadura como foi descrito acima.